Artigos

COELHO, Bruna da Penha de Mendonça; CUNHA, Giulia Valente de Lacerda; JESUS, Ana Beatriz Bueno de. Trabalho e educação no contexto do neoliberalismo: uma análise crítica. In: DE SANTANA, Wilder Kleber Fernandes; SILVEIRA, Éderson Luís. Educação: Entre saberes, poderes e resistências. Vol. 1. São Carlos: Pedro & João Editores.

COELHO, Bruna da Penha de Mendonça; MATOS, Felipe de Souza. A amplitude axiológica da categoria trabalho: Contra o trabalho (estranhado) e pelo trabalho. Revista Direito e Práxis, Ahead of print, Rio de Janeiro.

COSTA, Sérgio. GONÇALVES, Guilherme Leite. Valor Maravilha: Metamorfoses da Acumulação Capitalista no Espaço Portuário do Rio de Janeiro. Dados, vol. 63, no.1. Rio de Janeiro.

DE OLIVEIRA, Natália Sales. A relação cidade-raça-capital no espaço urbano carioca: uma análise das remoções no período preparatório para os megaeventos esportivos. Revista Geo UERJ, n. 36, Rio de Janeiro.

Gonçalves, Guilherme Leite, Costa, Sérgio. From primitive accumulation to entangled accumulation: Decentring Marxist Theory of capitalist expansion. European Journal of Social Theory, 23(2), 146–164.

Gonçalves, Guilherme Leite. La dialéctica del atraso en el capitalismo: puntos de convergencia entre el Joven Marx y Francisco de Oliveira. REVISTA ENCUENTROS, 18(3), 36-47.

RUAS, Rhaysa. Teoria da Reprodução Social: apontamentos para uma perspectiva unitária das relações sociais capitalistas. Revista Direito e Práxis, Ahead of print, Rio de Janeiro.

COSTA, Sérgio; GONÇALVES, Guilherme Leite. Da escravidão à financeirização: acumulações entrelaçadas no Porto do Rio de Janeiro. In: VARELA, Raquel (org). Don’t fuck my job: as lutas dos estivadores uma perspetiva global. Lisboa: Editora Humus.

Gonçalves, Guilherme Leite. Forma e Violência Jurídica na Acumulação Capitalista: sobre relações de troca e expropriação. Revista Direito e Práxis, v. 10, n. 4, Rio de Janeiro, p. 2858-2878. Em alemão: Rechtsform und Rechtsgewalt: Zwei Seiten des Kapitalismus. In: Klaus Dörre et al. (Orgs). Große Transformation? Zur Zukunft moderner Gesellschaften. Wiesbaden: Springer, p. 97-117.

GONÇALVES, Guilherme Leite. Crise, expropriações e autoritarismo. In: CISLAGHI, Juliana Fiuza; DEMIER, Felipe. O neofascismo no poder (ano 1): análises críticas sobre o governo Bolsonaro. Rio de Janeiro: Editora Consequencia.

LAVINAS, Lena; GONÇALVES, Guilherme Leite. Brazil 2018: The Middle Classes Shift Right. Revista Global Dialogue. Volume 9, Issue 1.

RUAS, Rhaysa. Contribuições da Teoria da Reprodução Social para o Debate Contemporâneo sobre as Opressões. Revista Marx e o Marxismo – Revista do Niep, v. 7, n. 13.

VESTENA, Carolina. Rechtliche Institutionen als Vermittlungsort der -Politik der Straßen-: Eine Auseinandersetzung mit der Rechtsprechung der Krise in Portugal. FJSB; 32(2): 248–261.

VESTENA, Carolina Alves. Política pública e regulação: para uma análise histórico-materialista do Programa Bolsa Família no Brasil. Revista Culturas Jurídicas, Vol. 6, Núm. 15, set./dez.

GONÇALVES, Guilherme Leite. Capitalismo e violência jurídica: ampliando a sociologia do direito marxista. Boletim do IBCCRIM, v. 26, n. 303, p. 16-19. Em inglês: Capitalist Landnahme. A New Marxist Approach to Law. Global Dialogues, v. 8, p. 40-42, 2018.

GONÇALVES, Guilherme Leite. Valor, expropriação e direito: sobre a forma e a violência jurídica na acumulação do capital. In: Ivanete Boschetti (Org.). Expropriação e direitos no capitalismo. 1. ed. São Paulo: Cortez, p. 101-130.

VIEIRA, Beatriz de M.; VIEIRA, Rafael Barros. Intensidades, Excepcionalidades e Violência – as ‘leis modernizadoras’ da educação no Brasil em 1968. Revista Direito & Práxis, v. 9, p. 1016-1053.

BARREIRA, C. M. Entre Bobbio, Marx e marxistas: por uma retomada de diálogos. Revista Videre, v. 10, pp. 91-109

GONÇALVES, Guilherme Leite. Funktionale Differenzierung als Ideologie: Von Niklas Luhmann zur postkolonialen Kritik. In: MOELLER, K.; SIRI, J. (Orgs.). Systemtheorie und Gesellschaftskritik: Perspektiven der Kritischen Systemtheorie. Bielefeld: Transcript, p. 57-75. Em inglês, Functional differentiation as ideology of the (neo)colonial society. Thesis eleven, v. 143, p. 70-81.

GONÇALVES, Guilherme Leite. Acumulação primitiva, expropriação e violência jurídica: expandindo as fronteiras da sociologia crítica do direito. Revista Direito & Práxis, v. 8, p. 1028-1082. Em alemão, Kapitalistische Landnahme: Eine Erweiterung der kritischen Rechtssoziologie. Working Paper der DFG – Kollegforscher_ innengruppe Postwachstumsgesellschaften, v. 4, p. 1-35.

VESTENA, Carolina Alves. Mobilização de direitos em tempos de crise: uma revisão da teoria dos movimentos sociais. Revista Direito & Práxis, v. 8, p. 651-669.

BARREIRA, C. M. Autonomia jurídica: o problema da reificação revisitado. In: CUNHA, J. R (Org.). Epistemologias Críticas do Direito. Rio de Janeiro: Lumen Juris, pp. 313-342

COELHO, Bruna da Penha de Mendonça; GOMES, Marcus Lívio. O financiamento da saúde na Constituição de 1988. In: Marcus Lívio Gomes; Raquel de Andrade Vieira Alves; Abhner Youssif Mota Arabi. (Orgs.). Direito Financeiro e Jurisdição Constitucional. 1ed. Curitiba: Juruá, p. 51-66.

GONCALVES, Guilherme Leite; COSTA, Sérgio. The global constitutionalization of human rights: Overcoming contemporary injustices or juridifying old asymmetries? Current Sociology, v. 64, p. 311-331.

OLIVEIRA, Natália Sales; SILVA, Cláudia Souza Mendes. A moradia adequada e a mobilidade no estatuto da metrópole. In: Arícia Fernandes Correia. (Org.). Moradia social e exclusão social na metrópole. 1. ed. Rio de Janeiro: Multifoco, p. 287-316.

SCHACHERREITER, Judith; GONÇALVES, Guilherme Leite. A luta zapatista pelo direito à terra: antecedentes, estratégias e dimensões transnacionais. Revista Direito e Práxis, v. 7, p. 575-635. Em inglês, The Zapatista Struggle for the Right to Land: Background, Context and Strategies. In: Fischer-Lescano, Andreas; Moeller, Kolja. (Orgs.). Transnationalisation of Social Rights. Cambridge: Intersentia, p. 265-303.

VIEIRA, Rafael Barros. Sobre o regime empresarial-militar de ocupação das favelas do Rio de Janeiro: Uma análise (crítica) das Unidades de Polícia Pacificadoras. Revista Direito e Práxis, v. 07, p. 284-339.

MINHOTO, Laurindo Dias; GONÇALVES, Guilherme Leite. Nova ideologia alemã? A teoria social envenenada de Niklas Luhmann. Revista Tempo Social, v. 27, p. 21-43.

VESTENA, Carolina. Social Reforms in Brazil: Criticism of the Institutionalization of Bolsa Família Program. Sortuz. Oñati Journal of Emergent Socio-Legal Studies, v. 7, p. 56-70.